quarta-feira, 18 de abril de 2018

Contando um Conto, Dia Nacional do Livro


Incentivar a criança a ‘mergulhar’ no mundo das palavras é levá-la para um mundo repleto de descobertas.

Quem não se lembra de uma bela princesa ou de uma bondosa fada? Quem não se lembra de uma bruxa querendo comer dois pequenos e indefesos irmãos? Ou de um corajoso príncipe que lutava bravamente com um dragão?

Todos eles viviam em páginas coloridas e preenchidas por muitas palavras que não compreendíamos, mas que ouvíamos atentamente antes de dormir. Que nos transportavam para mundos longínquos e misteriosos, atravessando a janela do nosso quarto e nos levando para reinos distantes.

Retomar esse mundo é trazer um pouco da criança adormecida dentro de nós. Então, que tal acordar esse pequeno ser e começar a retirar do fundo do nosso coração e da nossa estante aqueles coloridos livrinhos que tanto adorávamos folhear?

Mas não ‘mergulhe’ sozinho. Convide um pequeno leitor para visitar a casa dos três ursos, ajudar os três porquinhos contra um malvado lobo e a Chapeuzinho Vermelho a levar a cesta de pães para a avó doente.

Neste mês de abril, o mundo do livro infantil é lembrado pelo mundo.

Recordando a data de nascimento do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, comemoramos no dia 2 de abril o Dia Internacional do Livro Infantil. Iniciativa do Concelho Internacional sobre Literatura para Jovens – IBBY, que celebra esta data desde 1967.

Mas os brasileiros também comemoram uma data para o Dia Nacional do Livro. É no dia 18 de abril, quando os grandes autores do país são homenageados. Dentre eles estão Monteiro Lobato, Lygia Bojunga, Ziraldo, Ruth Rocha, Maurício de Souza e Cecília Meireles.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Contando as Pipocas, Os Incríveis 2


Os Incríveis 2

DISNEY•PIXAR

De volta ao trabalho. No heroísmo do dia-a-dia da vida ‘comum’

Enfim, depois de uma longa espera a família do Sr. Incrível retorna aos cinemas com uma nova aventura. O maior herói do planeta que conquistou muitos fãs, arrecadando em 2004 mais de US$633 milhões de bilheteria ao redor do mundo, volta sob a direção de Brad Bird.

O cineasta, que dirigiu “Os Incríveis” e ganhou o Academy Award® para o melhor longa-metragem animado do ano, também encantou o público com o premiado “Ratatouille” da Pixar, bem como o filme de live-action “Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível”. 

Agora, quem ganha destaque é Helena (voz de Holly Hunter). A super-mãe que precisa deixar Beto (voz de Craig T. Nelson) em casa cuidando das crianças: a adolescente Violeta (voz de Sarah Vowell), o esperto Flecha (voz de Huck Milner) e o pequeno Zezé.  

É uma transição difícil para todos, tornada mais difícil pelo fato de que a família ainda não conhece os superpoderes do bebê. Mas quando um novo vilão traça um plano brilhante e perigoso, a família e o amigo Gelado (voz de Samuel L. Jackson) devem encontrar uma maneira de trabalhar juntos novamente - o que é mais fácil dizer do que fazer, mesmo quando todos são incríveis.

Os Incríveis 2 estreia nos cinemas no dia 28 de julho de 2018.

Quebrando o Encanto? Assassinato no Expresso do Oriente


Assassinato no Expresso do Oriente
De Agatha Christie

O caminho até a obra

“Tenho uma vantagem. Só consigo ver o mundo como ele deve ser. E quando não é, a imperfeição se destaca o nariz no meio do rosto.”
(O Filme ‘Assassinato no Expresso do Oriente’)

Há livros que nos caem em mãos sem que percebamos o quanto eles são bons. Assim foram os livros da escritora inglesa Agatha Christie. Quem iniciou as leituras das séries da autora foi, na verdade, minha irmã caçula. Era terminar um livro para iniciar outro em seguida.
No final do ano tínhamos lido quase todo os títulos disponíveis na biblioteca. Enquanto eu lia uma história de Hercule Poirot, ela ‘mergulhava’ em um caso de mistério e crime ao lado de Miss Marple. E havia um pacto entre nós duas. A de jamais comentar sobre a história que estávamos lendo. Dividimos apenas dois livros, que lemos juntas. Cada uma em um horário diferente. Quem lia de manhã tinha que ceder para a outra ler à noite. As histórias eram “O Caso dos Dez Negrinhos’ e ‘Assassinato no Expresso do Oriente’. Dois dos meus livros prediletos com finais intrigantes e inesperados.
Então tal qual não foi minha surpresa quando a 20th Century Fox anunciou a filmagem da obra ‘Assassinato do Expresso do Oriente’ sob a direção de Kenneth Branagh. Uma obra publicada pela primeira vez no Reino Unido em 1º de janeiro de 1934, cuja história continua tão atual quanto na época do seu lançamento.